• 226097164 | 966530152

Atendimento de 2ª a 6ª feira:10h00-20h00 | Sábados: 9h30-13h00

Odontopediatria

Manter os dentes das nossas crianças saudáveis e fortes é importante para a prevenção da dor e da infecção, mas também para permitir uma alimentação adequada. Os dentes de leite são também importantes para manter o espaço dos dentes permanentes que têm de erupcionar.
A visita das crianças ao Médico Dentista deve ser educativa e informativa de práticas saudáveis, mas ao mesmo tempo deve ser agradável.
A motivação é um factor crucial nestas idades e muitas vezes determinante da saúde oral na idade adulta, e associada com práticas preventivas evitará futuros problemas dentários.
É muito importante dar à criança motivação e entusiasmo com o cuidado dos seus dentes, elogiando a sua conduta cada vez que escova os dentes.


Dar-lhes ajuda

As crianças são o grupo etário com maior risco de contrair cárie dentária, porque tendem a comer com mais frequência e têm menor experiência na escovagem.
Deve-se realizar a escovagem da mesma maneira que escovamos a nós próprios sendo aconselhável situar-se atrás da criança e inclinar a sua cabeça para trás.

Primeiras consultas no Médico Dentista

É muito importante que a primeira consulta no Médico Dentista seja feita quando a criança complete a sua dentição decídua, primária ou de leite: 20 dentes.
Isto acontece por volta dos 2 anos e meio a 3 anos.
O Médico Dentista examinará os dentes, gengivas e maxilares da criança para comprovar a existência de indicios de algum problema e para a ensinar o modo correcto de escovar e cuidar dos seus dentes.

Vídeo ilustrativo

Responsabilidade dos adultos – pais e professores gerar o hábito

Ao ensinarmos correctamente desde o principio, estamos a dar à criança bases de uma higiene oral adequada para toda a vida. Aprenderá a integrar a higiene oral na sua rotina diária, tal qual o horário das refeições ou o horário em que pode brincar.
É aconselhável ensinar uma técnica de escovagem simples, como a técnica do movimento circular.
Criar o costume de escovagem pelo menos 2 vezes por dia, ao acordar e antes de ir dormir, durante pelo menos 2 minutos.
Temos de dar especial atenção aos molares já que são a principal área de desenvolvimento das cáries.

Os primeiros dentes

Os primeiros a erupcionar devem ser os quatro incisivos, entre os 6-12 meses.
Pode estar associado à erupção: gengivas avermelhadas, aumento da salivação, perda de apetite e alteração dos hábitos nutricionais, ansiedade, dificuldade em dormir.
O desconforto da criança pode ser aliviado limpando a boca 2- 3 vezes por dia com uma gaze molhada ou recorrendo a mordedores e geles disponíveis no mercado.
Se a criança apresentar febre, vómitos ou diarreia, deverá ser consultada pelo seu médico assistente pois poderá existir outra causa subjacente.
Por volta dos 3 anos de idade a maioria das crianças já possui a dentição decídua ou de leite completa (20 dentes).
São muito importantes, já que ocupam o lugar dos dentes definitivos, se um dente decíduo se perde, o definitivo pode erupcionar rodado ou ectópico.

Prevenção de cáries precoces da infância

  • Promover a amamentação materna pelo menos até 4-6 meses de idade
  • Não colocar liquidos açucarados no biberão ou na chupeta. Os açucares dos liquidos interactuam com as bactérias da boca do bebé formando ácidos que atacam o esmalte dos seus dentes.
  • Antes de erupcionarem os primeiros dentes devemos ter o cuidado de depois das refeições usar de uma gaze húmida ou uma dedeira para limpar as gengivas e assim eliminar a placa que se tinha formado.
  • Após terem erupcionado os dentes, devem-se escovar os dentes após as refeições com uma escova de filamentos suaves.
  • Evitar consumo de açucares, refrigerantes
  • Escovar os dentes pelo menos 2 vezes por dia com uma pasta fluoretada
  • Trocar de escova de 3 em3 meses
  • Usar fio ou fita dentária para limpar os espaços interdentários
  • Visitar o Médico Dentista pelo menos 1 vez por ano

A dentição definitiva

Os dentes decíduos começam a ser substituídos aproximadamente aos 6 anos, processo que dura até aos 12-13 anos. Por volta dos 18 anos surgem os 3ºmolares para completar a dentição de 32 peças.
Durante o processo de substituição das peças dentárias deve-se ter muito cuidado, já que a diferença de tamanho existente entre os dentes decíduos e os definitivos faz com que haja espaços entre eles, podendo acumular-se comida e placa.
 

Deve administrar-se flúor às crianças?

pasta dentesDe acordo com as recomendações da Direcção Geral da Saúde:
É dada prioridade às aplicações tópicas sob a forma de dentífricos administrados na escovagem dos dentes desde a sua erupção.
comprimidos fluorOs comprimidos (0,25mg F diário) e gotas anteriormente recomendados só serão administrados após os 3 anos a crianças de alto risco de cárie dentária.
Estes comprimidos devem dissolver-se na boca, lentamente, preferencialmente antes de deitar.

Prevenção com selantes de fissuras

Um selante de fissuras é uma espécie de «verniz» que se aplica na superfície fissurada de dentes sãos com o objectivo de prevenir o aparecimento de lesões de cárie dentária. Está, por norma, indicada a aplicação de selante de fissuras nos primeiros e segundos molares definitivos, bem como nos pré-molares.
 
selantes antesDente molar definitivo com sulcos antes de ser aplicado o selante de fissura (fonte: site ordem médicos dentistas)
selantes depoisDente molar definitivo com sulcos após ser aplicado o selante de fissura (fonte: site ordem médicos dentistas)

Hábitos preventivos

chupetaOs hábitos de sucção não nutritiva (CHUPETA, SUCÇÃO DIGITAL) devem ser abandonados até cerca dos 3 anos de idade, atendendo à possibilidade de auto-correcção de desarmonias no desenvolvimento das arcadas dentárias.
 
biberaoRelativamente ao biberão, o hábito deve ser abandonado, idealmente, quando a criança completar 1 ano.
como fazê-lo?
diluir gradualmente em água o conteúdo do biberão, para que após 2 semanas se ofereça à criança apenas água;
reduzir gradualmente a quantidade de fluido até que o hábito cesse, sendo o biberão substituído, por exemplo, pelo copo com palhinha ou colher.
 

Vídeo ilustrativo para crianças sobre a escovagem

Começar escovando a superficie dos molares, com movimentos para a frente e para trás

Nas superficies exteriores colocar a escova com uma inclinação de 45º em relação à linha das gengivas

As superficies frontais e interiores devem-se escovar mantendo a escova para cima e fazendo movimentos suaves e verticais com a ponta
Limpar bem a linha da gengiva

Como deve ser efectuada a escovagem dentária nas crianças?

0-3 anos

Escovagem realizada pelos pais a partir da erupção do primeiro dente 2x/dia (uma obrigatoriamente ao deitar utilizando uma gaze, dedeira ou escova macia de tamanho adequado.

3-6 anos

Escovagem realizada progressivamente pela criança, devidamente supervisionada e auxiliada 2x/dia (uma das quais obrigatoriamente ao deitar) utilizando escova macia de tamanho adequado.
A quantidade de dentífrico fluoretado (1000-1500 ppm) deverá ser semelhante ao tamanho da unha do 5º dedo da criança.

>6 anos

Escovagem realizada pela criança, devidamente supervisionada e auxiliada caso não possua destreza manual suficiente 2x/dia (uma das quais obrigatoriamente ao deitar) utilizando escova macia (ou em alternativa média)
A quantidade de dentífrico fluoretado (1000-1500 ppm) deverá ser do tamanho de uma pequena ervilha ou até 1cm de dentífrico.

Escovagem manual

Utilizar escovas próprias para crianças, pasta com flúor, adaptadas à idade

A clínica

pedromoutinho.pt

O nosso compromisso

A Clínica Dentária Dr. Pedro Moutinho prima por trabalhar segundo os melhores padrões de qualidade, promovendo a Saúde Oral a todos os seus clientes.