• 226097164 | 966530152

Atendimento de 2ª a 6ª feira:10h00-20h00 | Sábados: 9h30-13h00

O que é um implante dentário?

É uma fixação colocada no osso maxilar. Funciona como um suporte para um dente ou conjunto de dentes “falsos”. Os implantes fundem-se com os ossos maxilares – ostointegração.

Os implantes são feitos de que material?

São em titânio puro, material inerte e não é conhecido que cause qualquer tipo de fenómeno de rejeição.

Porquê os Dentistas recomendam o tratamento com implantes?

As pessoas estão cada vez mais conscientes da importância de uma dentição saudável no seu bem estar e na sua qualidade de vida. As soluções removíveis têm alguns problemas, pois podem ficar largas e instáveis. Os implantes podem providenciar soluções de reabilitação para dentes perdidos que são funcionais e estéticas.

Quais as vantagens dos implantes?

Providenciam benefícios para aqueles que procuram alternativas e soluções aos problemas, permitindo:

  • Adquirir capacidades para mastigar e falar propriamente;
  • Restaurar a estética facial;
  • Preservar a estrutura óssea maxilar remanescente;
  • Redução de problemas gengivais e infecções;
  • Aumento da confiança e auto-estima.

Qual a taxa de sucesso dos implantes dentários?

O sucesso depende muito do local do maxilar onde são colocados. O melhor local para colocar implantes é na parte frontal do maxilar inferior, onde a taxa de sucesso pode a estar muito próxima a 100%. Em outros locais da boca, a taxa de sucesso pode cair significativamente.

De acordo com os dados actuais, a taxa de sucesso na parte frontal da maxila superior está entre 90-95%. Na parte de trás dos maxilares superior e inferior a taxa de sucesso é de cerca de 85-90%.

Quanto tempo após a colocação do implante se espera até colocar os dentes “novos”?

O protocolo diz que devemos esperar 3-4 meses no maxilar inferior e 4-6 meses no maxilar superior antes de construir a solução protética que irá ser suportada pelos implantes. Contudo, muitos estudos recentes indicam que esse período pode ser reduzido em algumas circunstâncias, até mesmo fazer a colocação da solução de reabilitação logo após a colocação dos implantes.

Cada caso deve ser avaliado, e o Médico Dentista responsável irá aconselhar qual o melhor para cada situação.

Quem pode colocar implantes?

Qualquer pessoa com saúde suficiente que queira substituir dentes em falta. Deve ter osso suficiente na área do dente em falta para providenciar ancoragem para os implantes.

Algumas pessoas têm falta de todos os dentes e a maioria são excelentes candidatos a implantes dentários, embora se usem também para substituir pequenas pontes, próteses removíveis parciais e mesmo falta de um único dente.

Quem não deve colocar implantes?

Nem todos podem colocar implantes dentários. Alguns factores como diabetes, tabagismo, desordens sanguíneas, algumas medicações, assim como comprometimento da integridade física e mental, podem influenciar o procedimento e o resultado do tratamento.

Como o Médico Dentista determina se existe osso adequado?

Um exame radiográfico é fundamental para determinar a quantidade, a forma e a qualidade do osso na área pretendida para colocar o implante. Em alguns casos, o Médico Dentista pode requerer um TAC maxilar, que providencia uma grande quantidade de informação que não é fornecida numa radiografia convencional.

Se não existir osso suficiente?

Usando vários procedimentos de aumento ósseo, ou em alguns casos, recolhendo osso de outras áreas, o Médico Dentista é habitualmente capaz de providenciar um osso adequado para providenciar suporte para os implantes.

O que acontece se os implantes não integrarem no osso?

Ocasionalmente os implantes dentários falham a sua integração no osso, ou como algumas pessoas dizem são rejeitados.

Na maior parte dos casos, são substituídos por outro implante dentário, habitualmente de um tamanho ligeiramente maior.

Os doentes têm de ficar “sem dentes” enquanto os implantes integram no osso?

Isto varia de acordo com as características de cada doente.

Na maioria das situações, os doentes saem do consultório com algum tipo de solução protética, especialmente se a zona estética/sorriso estiver envolvido. Esta solução poderá ser removível ou fixa, conforme as circunstâncias.

Cada doente e procedimento é avaliado individualmente, e pode ser necessário um período sem prótese durante um curto período.

É doloroso?

Quase sem excepção, os doentes referem muito menos desconforto na colocação dos implantes do que na extracção dentária.

O procedimento cirúrgico actual de colocação de implantes dentários é habitualmente feito sob anestesia local e é geralmente indolor.

Após 3-4 horas, quando a anestesia deixa de fazer o seu efeito, pode aparecer algum desconforto, que é diferente de doente para doente, mas a maioria nãotem problemas significativos.

Normalmente são usados analgésicos por 2 a 3 dias. Há excepções à regra, e alguns doentes experienciam vários níveis de dor e desconforto que pode durar alguns dias. Também pode surgir inchaço e nódoas negras.

A maioria dos doentes ficam surpresos com o pouco desconforto e inchaço que experimentam.

Quais os custos dos tratamentos com implantes?

Devido à grande variedade das necessidades dos doentes, marcas de implantes, componentes adicionais necessários e custos laboratoriais, não é possível informar o exacto custo de um implante.

Quando os implantes são usados em vez de uma ponte convencional, os custos tendem a ser equivalentes.

Em alguns casos, dois ou mais implantes são colocados para promover uma estabilidade adicional. Nestas situações, os implantes são cobrados por unidade com uma pequena quantidade adicional para os componentes que fixam a estrutura protética.

Este tratamento tem uma relação custo/beneficio óptima, dando ao doente uma mudança dramática na qualidade de vida por um relativo baixo custo.

 

A clínica

pedromoutinho.pt

O nosso compromisso

A Clínica Dentária Dr. Pedro Moutinho prima por trabalhar segundo os melhores padrões de qualidade, promovendo a Saúde Oral a todos os seus clientes.