• 226097164 | 966530152

Atendimento de 2ª a 6ª feira:10h00-20h00 | Sábados: 9h30-13h00

Branqueamento

  1. A cor natural dos dentes depende fundamentalmente de 2 factores:
  2. A espessura do esmalte, que faz com que seja mais ou menos translúcido;

A cor da dentina, que é o tecido que se encontra debaixo do esmalte.

Esta cor pode ser afectada por manchas intrinsecas (interior do dentes) ou extrinsecas (exterior do dente)

Manchas intrinsecas:

São as que se produzem dentro da estrutura dentária e podem estar incrustadas dentro dos tecidos.
As causas principais destas manchas são: idade, traumatismos, alguns medicamentos como as tetraciclinas ou o flúor.
Não podem ser eliminadas por meios mecânicos.

Manchas extrínsecas:

São causadas por elementos externos como o café, chá, tabaco, vinho tinto, etc.
Geralmente eliminam-se com uma limpeza profissional.

Métodos para modificar a cor dos dentes:

  1. Próteses fixas (coroas, facetas): Método para eliminar as manchas intrinsecas profundas.
  2. Remoção de manchas superficiais: Meios mecânicos, como a limpeza profissional.
  3. Branqueamento por meios químicos: Usam-se produtos para branquear os dentes, em moldeiras (tratamento em casa) ou aplicação em consultório.

O branqueamento dentário é um tratamento estético

branqueamentoA intensidade do branqueamento depende de cada doente.


Antes de realizar um branqueamento é obrigatório fazer uma limpeza (destartarização) para poder eliminar todas as manchas extrínsecas (exteriores) e para que o produto tenha a máxima eficácia.

Podem também ser necessários outros tratamentos dentários prévios ao branqueamento – só pode ser feito branqueamento a dentes e gengivas saudáveis.

As restaurações ou coroas que o doente já tinha em boca não modificam de cor, por isso é necessário substituir posteriormente todas as restaurações com compromisso estético para igualar a cor conseguida com o branqueamento.

O branqueamento é um tratamento que provoca sensibilidade dentária, de modo que é recomendado fazer uma pasta dentifrica e um elixir especifico para dentes sensíveis antes e durante o tratamento. Os dentes podem ficar mais sensiveis ao quente e ao frio das comidas e bebidas uns dias após o tratamento de branqueamento. No entanto esta sensibilidade é temporária.

Pode ser feito branqueamento com moldeiras em casa, que são formas transparentes dos dentes, feitas individualmente para cada doente em laboratório e onde se coloca um agente branqueador, que pode ter diferentes concentações.

O Médico Dentista toma um molde dos dentes e envia para o laboratório que fabrica uma moldeira com as medidas exactas dos dentes do doente. O doente coloca na moldeira o gel branqueador durante umas horas por dia ou durante a noite, durante 1-2 semanas.

Pode também ser feito branqueamento em consultório sendo que neste caso é o Médico Dentista o responsável pela aplicação do agente branqueador, que é mais concentrado do que o usado em casa pelo doente. É um procedimento que demora cerca de 1h30m. O médico Dentista protege a gengiva com um gel antes da aplicação do branqueador.

O agente branqueador pode ser aplicado exteriormente no dente na maior parte dos casos, ou no seu interior no caso de dentes com endodontia (dentes “desvitalizados” ou com “tratamento de canal”)

Um branqueamento pode durar até 3 anos mas depende de cada caso particular. Um branqueamento a um doente fumador ou que beba muito café ou chá não é tão durável.

As pastas dentifricas branqueadoras por si só não são capazes de fazer um branqueamento. Contêm abrasivos ou agentes de polimento para remover pigmentos superficiais mais eficazes que as pastas dentifricas convencionais. No entanto são capazes de prolongar os efeitos de um tratamento de branqueamento.

A clínica

pedromoutinho.pt

O nosso compromisso

A Clínica Dentária Dr. Pedro Moutinho prima por trabalhar segundo os melhores padrões de qualidade, promovendo a Saúde Oral a todos os seus clientes.